SÃO BENTO

Luizinho Barros se desespera e já começa gastar dinheiro para não perder a prefeitura

Prefeito de São Bento, na baixada maranhense, faz festa com show e bebida de graça em festa de cunho eleitoral

16/12/2019 22h29Atualizado há 1 mês
Por: Eduardo Magalhães

Numa tentativa desesperada de diminuir a desvantagem em relação ao seu principal oponente para as eleições municipais do ano que vem, o prefeito de São Bento, Luizinho Barros, tenta as mais diversas estratégias da antiga política. Em agosto deste ano, Luizinho mandou interditar e ainda multou em quase um milhão, sem justificativa, uma empresa que gerava mais de 100 empregos, simplesmente porque ela pertencia ao pré-candidato Dino Penha, que lidera com folga a corrida eleitoral de 2020

Foguinho, apelido carinhoso dado ao prefeito em homenagem a um personagem que era pobre e ficou rico da noite pro dia, tem cometido uma série de atrocidades administrativas. Uma delas foi pedir a câmara que votassem com urgência uma reforma tributária que taxa até mototaxista. Mas, a medida foi tão negativa que Luizinho foi obrigado a ir para televisão dizendo que apesar da reforma aprovada, não iria cobrar ninguém e que tudo não passa de fake news da oposição. Isso tudo na maior cara de pau de sempre.

A SURPRESA

Resultado de imagem para luizinho barros são bento

Há alguns dias, o ex-prefeito Carrinho Muniz declarou apoio a Dino Penha e pegou de surpresa o grupo de Luizinho, que contava com o apoio do ex-prefeito após fecharem aliança com o vereador Gaúcho, irmão de Carrinho. O tiro saiu pela culatra e Luizinho ainda tenta contar vantagem mesmo sabendo que Gaúcho não soma quase nada em uma legenda.

Com o mais alto índice de rejeição da história do município, o atual prefeito de São Bento corre o sério de risco de ficar em terceiro lugar na corrida eleitoral. Por isso, o prefeito e seus asseclas tentam dos mais diversos artifícios para tentar recuperar votos perdidos e não saírem humilhados e massacrados nas urnas ano que vem.

Luizinho, com a experiência de chefiar as mais ardilosas organizações, comanda uma verdadeira milícia nas redes sociais, que constantemente atacam pessoas que fazem reclamações sobre sua desastrosa administração. Funcionários fantasmas, fakes e até secretários municipais vociferam contra aqueles que ousam fazer uso da liberdade de expressão. Dias atrás, até uma criança foi atacada por um secretário porque pediu para a mãe gravar um vídeo onde a menina pedia que prefeito providenciasse uma lâmpada em sua sala de aula.

Diante das centenas de reclamações diariamente publicadas em redes sociais, a equipe de comentadores de Facebook do prefeito passa o dia inteiro insultando e babando o chefe na internet. Mas, o que leva funcionários de pastas importantes da administração se dedicarem tanto a esses ataques nas redes? Talvez a incapacidade e falta de competência para exercerem suas funções os obriguem a fazer esse outro tipo de trabalho no desespero de não perderem seus salários pagos quase que semestralmente. 

Para finalizar o ano, Luizinho realizou uma confraternização de cunho eleitoral, onde tiveram shows e bebidas distribuídas gratuitamente, além de transporte para buscar pessoas nos mais distantes pontos. Quem pagou a conta? Não se sabe. Mas, quem está sofrendo as consequências da pior administração que o município já teve, é o povo. 

Enquanto isso, São Bento é conhecida como a cidade mais esburacada do Maranhão. (Veja aqui)

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.