ELEIÇÕES

Eleições na Bolivia foram fraudadas pelo então presidente Socialista Evo Morales

“Houve uma manipulação clara que afetou tanto os resultados do sistema quanto do cálculo final.”

10/11/2019 11h58
Por: Eduardo Magalhães

OEA encontrou uma série de irregularidades na eleição presidencial da Bolívia que deu a vitória a Evo Morales.

Segundo relatório da organização, o foco principal da investigação foi o chamado Sistema de Transmissão de Resultados Preliminares, o TREP, que sofreu uma interrupção por quase um dia inteiro. Depois do “apagão”, o sistema concedeu a Evo a diferença necessária para vencer seu rival Carlos Mesa.

Na investigação, os auditores revelaram que os dados do sistema foram desviados para um servidor externo não documentado, fora da rede oficial.

“É estranho que o fluxo de dados seja redirecionado para uma rede estrangeira, não prevista ou documentada. É extremamente grave e afeta a transparência do processo”, disseram os auditores.

“Houve uma manipulação clara que afetou tanto os resultados do sistema quanto do cálculo final.”

Segundo a auditoria da OEA, também houve alterações e assinaturas falsificadas em atas.

Evo Morales que fraudou a eleição acaba de convocar novas eleições na Bolívia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Luís - MA
Atualizado às 08h36
28°
Nuvens esparsas Máxima: 33° - Mínima: 23°
31°

Sensação

26 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
Últimas notícias
Mais lidas