POLÍTICA

Saiba quanto custam os parlamentares maranhenses

Além do salário, os parlamentares também recebem uma Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap)

07/10/2019 10h24Atualizado há 1 semana
Por: Eduardo Magalhães
Fonte: O Imparcial

Quase R$ 5 milhões de reais. Esse foi o valor pago aos deputados federais e senadores maranhenses no período de janeiro a agosto deste ano, de acordo com dados do portal da transparência. Além do salário os parlamentares também recebem uma Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), que custeia despesas típicas do exercício do mandato parlamentar.

Desde que entrou em vigor, em 16 de maio de 2012, a Lei de Acesso à Informação (LAI), possibilita que os brasileiros tenham acesso a informações públicas de órgãos e entidades, sem necessidade de apresentar um motivo.

Além disso, a LAI estabelece um mínimo de informações que devem ser publicadas nas seções de acesso à informação dos sites dos órgãos públicos. Graças a esse recurso, é possível consultar todas as verbas destinadas aos parlamentares.

Confira, abaixo, os gastos dos parlamentares maranhenses em 2019.

Deputados Estaduais

O salário bruto de um deputado estadual do Maranhão é R$ 25.322,25. O salário líquido, após deduções, pode variar. Além disso, cada deputado recebe uma Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP) – verba utilizada para cobrir despesas como combustível, contratação de assessores, suprimentos de informática etc. No site da Assembleia Legislativa do Maranhão (ALEMA) é possível ter acesso aos salários dos deputados em 2019 entre os meses de janeiro a agosto. Porém a Ceap, somente entre os meses de janeiro a maio. O deputado Rildo Amaral (SOLIDARIEDADE), foi o que recebeu a maior CEAP em 2019, no mês de maio.

Deputado Rildo Amaral / Divulgação
Deputado Salário após deduções (08/2019) CEAP (em 05/2019)
Adelmo Soares (PCdoB) R$ 18.562,82 R$ 42.269,13
Adriano (PV) R$ 17.614,96 R$ 41.860,80
Andreia Rezende (DEM) R$ 23.445,96 R$ 41.935,53
Antônio Pereira (DEM) R$   8.850,73 R$ 41.878,52
Ariston Ribeiro (Avante) R$ 18.562,82 R$ 41.526,51
Arnaldo Melo (MDB) R$ 10.125,80 R$ 42.605,46
Carlinhos Florêncio (PCdoB) R$ 18.562,82 R$ 41.947,57
César Pires (PV) R$ 17.386,73 R$ 42.655,00
Ciro Neto (PP) R$ 10.969,37 R$ 41.822,77
Cleide Coutinho (PDT) R$ 22.043,37 R$ 42.163,32
Daniella Tema (DEM) R$ 20.474,55  R$ 43.124,03
Detinha (PR) R$ 22.309,02 R$ 42.314,11
Dr. Leonardo Sá (PL) R$ 17.935,92 R$ 41.768,42
Dr. Yglésio (PDT) R$ 18.426,64 R$ 42.188,27
Dra. Helena Duailibe (Solidariedade) R$ 15.915,96 R$ 41.727,12
Dra. Thaiza Ortegal (PP) R$ 13.730,31 R$ 41.500,00
Duarte Júnior (PCdoB) R$ 18.637,29 R$ 42.954,25
Edivaldo Holanda (PTC) R$ 18.537,29 R$ 36.170,38
Edson Araújo (PSB) R$ 10.965,62 R$ 41.860,00
Fábio Macedo (PDT) R$   9.642,07 R$ 41.769,74
Felipe dos Pneus (PRTB) R$ 18.510,68 Não informado
Fernando Pessoa (SOLIDARIEDADE) R$ 18.667,10 R$ 41.746,96
Glalbert Cutrim (PDT) R$ 12.126,66 R$ 43.381,63
Hélio Soares (PR) R$ 24.428,30 R$ 41.481,15
Mical Damasceno (PTB) R$ 10.125,11 R$ 41.720,80
Neto Evangelista (DEM) R$ 16.907,10  R$ 41.714,45
Othelino Neto (PCdoB) R$ 17.960,49 R$ 41.801,09
Pará Figueiredo (PSL) R$ 22.286,69 R$ 42.340,00
Pastor Cavalcante (PROS) R$ 10.937,54 R$ 42.022,59
Paulo Neto (DEM) R$ 16.802,82  R$ 41.498,02
Professor Marco Aurélio (PCdoB) R$ 11.036,19 R$ 41.752,03
Rafael Leitoa (PDT) R$ 11.154,10 R$ 41.785,00
Ricardo Rios (PDT) R$ 17.562,82 R$ 41.861,67
Rigo Teles (PV) R$   9.997,73 R$ 42.231,77
Rildo Amaral (SOLIDARIEDADE) R$ 18.510,68 R$ 45.714,05
Roberto Costa (MDB) R$ 14.332,51 R$ 40.830,22
Vinicius Louro (PL) R$ 18.510,68 R$ 41.792,00
Wellington do Curso (PSDB) R$ 18.538,42 R$ 41.814,33
Wendell Lages (PMN) R$ 18.552,82 R$ 42.640,79
Zé Gentil (PRB) R$ 24.428,30 R$ 40.065,45
Zé Inácio (PT) R$ 10.789,58 R$ 41.779,04
Zito Rolim (PDT) R$ 17.685,43 R$ 41.650,91

Deputados Federais

A remuneração de um deputado federal, atualmente, é de R$ 33.763,00. No entanto, esse valor pode sofrer alterações de acordo com alguns critérios, como comparecimento às sessões, ou ausências não justificadas. Os deputados federais também tem direito a Cota para o Exercício de Atividade Parlamentar (CEAP) que custeia despesas como passagens aéreas e conta de celular, por meio de reembolso ou débito automático; verba de gabinete, destinada para o pagamento de salários de funcionário do gabinete; auxílio-moradia, quando não ocupam um apartamento funcional da Câmara em Brasília; e diárias quando em viagens oficiais.

Em 2019, os gastos dos deputados federais do Maranhão foram:

  • CEAP – R$ 3.762.812,77
  • Verba de gabinete – R$ 11.303.907,55
  • Auxílio-moradia – R$ 167.224,18

Abaixo, tabela com principais gastos de cada deputado em 2019

Deputados CEAP Auxílio-Moradia  
Aluísio Mendes (Podemos) R$ 184.708,20 Não recebeu  
André Fufuca (PP) R$ 153.628,37 Não recebeu  
Bira do Pindaré (PSB) R$ 128.634,03 R$ 17.012,00  
Cleber Verde (PRB) R$ 281.799,16 R$ 29.771,00  
Edilázio Júnior (PSD) R$ 206.236,61 Não recebeu  
Eduardo Braide (PMN) R$ 154.553,34 Não recebeu  
Gastão Vieira (PROS) R$ 195.344,31 R$ 21.701,20  
Gil Cutrim (PDT) R$ 254.413,80 Não recebeu  
Hildo Rocha (MDB) R$ 262.891,19 Não recebeu  
João Marcelo Souza (MDB) R$ 278.110,57 Não recebeu  
Josimar Maranhãozinho (PL) R$ 205.213,68 R$ 21.265,00  
Junior Lourenço (PL) R$ 121.077,14 R$ 7.797,16  
Juscelino Filho (DEM) R$ 223.418,56 Não recebeu  
Márcio Jerry (PCdoB) R$ 171.204,20 R$ 29.771,00  
Marreca Filho (Patriotas) R$ 303.346,51 Não recebeu  
Pastor Gildenemyr (PMN) R$ 120.854,18 Não recebeu  
Pedro Lucas Fernandes (PTB) R$ 243.351,22 Não recebeu  
Zé Carlos (PT) R$ 217.380,21 R$ 29.771,00  
Aluísio Mendes (Podemos) R$ 184.708,20 Não recebeu  
André Fufuca (PP) R$ 153.628,37 Não recebeu  
Bira do Pindaré (PSB) R$ 128.634,03 R$ 17.012,00  
Cleber Verde (PRB) R$ 281.799,16 R$ 29.771,00  

Senadores

 O Maranhão tem 3 senadores: Eliziane Gama, Weverton e Roberto Rocha. Além do salário de R$ 33.763,00, os senadores recebem Cota para Exercício da Atividade Parlamentar, benefícios como Auxílio-Moradia ou Imóvel Funcional, além de gastos não inclusos na CEAP – diárias de viagens oficiais, consumo de materiais como combustível e, também, gastos com correios. Além desses gastos, é possível, no site do Senado Federal, ter acesso à lista de funcionários do gabinete de cada senador e a remuneração de cada um.

O senador Roberto Rocha (PSDB) foi o senador com maiores gastos em 2019 até o momento.

Senador Roberto Rocha / Divulgação

Os gastos dos senadores maranhenses, em 2019, foram:

Senador CEAP Gastos fora da CEAP Benefícios
Eliziane Gama (Cidadania) R$ 255.683,67 R$ 5.239,03 Imóvel Funcional
Weverton (PDT) R$ 179.189,57 R$ 3.917,90 Imóvel Funcional
Roberto Rocha (PSDB) R$ 230. 532,57 R$ 37.315,93 Imóvel Funcional
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários