VIANA

Guardas municipais são presos por associação criminosa e porte ilegal de arma

Guardas ostentavam armas de fogo em vias públicas, praticavam ameaças e abusos de autoridade

02/10/2019 10h01
Por: Eduardo Magalhães
Fonte: O Imparcial

Seis guardas municipais foram presos em flagrante pelas polícias Civil e Militar do Maranhão, nesta terça-feira (01), por associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo e munição, no município de Viana. Os presos foram identificados como: José Raimundo Costa, João Batista Meireles, Rayones Queiroz de Souza, Francisco de Assis Mendonça Neto, Marcio Aurélio Mendonça e Raimundo dos Santos Baia Pinheiro.

Após receber denúncias de abusos praticados por funcionários contratados pela Guarda Municipal de Viana, a polícia começou a investigar
e constatou que, ao todo, oito guardas municipais contratados frequentemente ostentavam em vias públicas armas de fogo, praticavam ameaças e abusos de autoridade contra a população de Viana.

Na casa de José Raimundo foi encontrada uma pistola, calibre .380 com três carregadores, 43 munições calibre .380, três munições calibre 12 e duas calibre 20. Já na residência de João Batista, foi encontrado um revólver calibre .38 e dez munições integras. Na casa de Rayones foram encontradas cinco munições calibre .38 intactas, uma calibre .20, uma calibre .22, uma arma de fogo tipo espingarda, dois pares de algemas e duas balaclavas.

Na residência de Francisco de Assis foram encontradas duas munições calibre 12 e duas placas para colete balístico com a numeração apagada. Na casa de Marcio Aurélio foram encontradas dez cápsulas calibre .380, duas placas para colete balístico e um simulacro de arma de fogo. Por fim, na casa de Raimundo dos Santos foi encontrada uma arma de fogo, calibre .38, com quatro munições intactas e duas deflagradas, duas placas balísticas para colete com identificação suprimida e um par de algemas.

Raimundo dos Santos já possuía passagem na polícia pela prática de porte ilegal de arma de fogo e receptação de placas balísticas de colete. Quando os policiais realizaram sua abordagem, Raimundo ainda reagiu com disparos de arma de fogo, mas foi contido. Ele foi conduzido ao hospital de Viana.

Os presos foram levados à delegacia para os procedimentos legai iniciais e devem ser conduzidos ao sistema prisional onde permanecerão à disposição da justiça. A polícia continua as investigações para prender outros dois suspeitos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários