Terça, 13 de Abril de 2021 01:25
Senado Federal Senado Federal

Comissão de Infraestrutura é instalada e elege Dário Berger presidente

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado foi instalada nesta quinta-feira (24). O senador Dário Berger (MDB-SC) foi eleito president...

24/02/2021 16h50
Por: Felícia Bonatti Fonte: Agência Senado
Comissão de Infraestrutura é instalada e elege Dário Berger presidente

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado foi instalada nesta quinta-feira (24). O senador Dário Berger (MDB-SC) foi eleito presidente desse colegiado até 2023. Para o cargo de vice-presidente, foi eleito o senador Jayme Campos (DEM-MT). A comissão é formada por 23 senadores como membros titulares e 23 senadores como suplentes.

— O nosso trabalho será extremamente desafiador, tendo em vista que uma das principais travas do nosso desenvolvimento está relacionada fundamentalmente à logística e à infraestrutura. No ranking global de competitividade do Fórum Econômico Mundial, que avalia a infraestrutura em 140 países, nós estamos em 71º lugar. Temos um longo caminho a percorrer e muitos obstáculos e barreiras a enfrentar — afirmou o novo presidente da CI. 

Para Dário Berger, uma das soluções cabíveis para os problemas de infraestrutura do país é o desenvolvimento de um pacto nacional de desenvolvimento, de forma a unir esforços de “todas as correntes políticas em nome do crescimento econômico sustentado”.  

— Menos de 30% das nossas rodovias federais estão em perfeitas, ótimas ou boas condições. Então, olhem só o desafio que nós temos pela frente. E esses são apenas alguns dos enormes gargalos encontrados em cada estado brasileiro. Esses problemas, que não são de hoje, travam a competitividade brasileira e atrapalham o nosso crescimento econômico — argumentou. 

Jayme Campos, por sua vez, destacou os entraves enfrentados pela mobilidade urbana. Ele disse que diversas estradas privatizadas se encontram em condições desfavoráveis e cobrou providências do governo federal em relação às concessões.  

— Quando se fala em infraestrutura, não são só estradas, rodovias, portos, hidrovias, ferrovias, mas toda a questão da mobilidade urbana em toda a sociedade brasileira. O Brasil cresceu, sua população é de cerca de 200 milhões de habitantes. Temos hoje um sistema viário praticamente estrangulado na maioria das cidades brasileiras — observou o novo vice-presidente da CI. 

Como exemplo dos problemas estruturais enfrentados pelo país, Jayme Campos lembrou o fechamento da empresa Ford na Bahia por “não ver nenhuma perspectiva em relação à mobilidade urbana no Brasil”.

— Nós vamos chegar a um determinado momento em que não vai haver vias e ruas para se andar neste país — alertou.

Próximas reuniões

A reunião desta quarta-feira na CI foi suspensa e será retomada nesta quinta-feira (25) para que sejam votadas as sugestões para a Lei Orçamentária de 2021. A previsão é que a sessão seguinte ocorra em 9 de março, a partir das 9h30, com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. As reuniões devem ocorrer a cada 15 dias — simultaneamente de forma presencial e semipresencial. 

Ana Lídia Araújo sob a supervisão de Paola Lima. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.